DENÚNCIA: GSI teria ordenado ao GDF para aliviar com os "manifestantes" presos

Foto: internet/reprodução.
Um áudio circula nas redes sociais em que um indivíduo afirma ser oficial da PM e ter participado da operação que prendeu marginais que travestidos de manifestantes que vieram de outros estados destruir o patrimônio público de Brasília, faz uma grave denúncia contra o Gabinete de Segurança Institucional (GSI).
O GSI teria determinado que o GDF autuasse os marginais como incursos nas penas do art. 163, caput, do código penal (dano simples), em vez de no art. 20, da Lei 7.170/83 (crime contra a segurança nacional):
Art. 20 - Devastar, saquear, extorquir, roubar, seqüestrar, manter em cárcere privado, incendiar, depredar, provocar explosão, praticar atentado pessoal ou atos de terrorismo, por inconformismo político ou para obtenção de fundos destinados à manutenção de organizações políticas clandestinas ou subversivas.
Pena: reclusão, de 3 a 10 anos.
Parágrafo único - Se do fato resulta lesão corporal grave, a pena aumenta-se até o dobro; se resulta morte, aumenta-se até o triplo.
Com isso os marginais foram soltos imediatamente, mediante assinatura de um termo circunstanciado de ocorrência, assumindo o compromisso de comparecer perante a Justiça quando forem chamados, o que nunca o farão pois sequer permanecerão em Brasília, já que vieram de outras unidades da federação, pagos por partidos de esquerda para destruir o patrimônio público.

Fonte: Guilherme Pontes.

https://soundcloud.com/guilherme-pontes-457631470/sets/desabafo-de-um-pm-apos-prender-vagabundos

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.