.

.

De Manaus para Brasília: rebelião na base do governo

Foto: internet/reprodução.

A rebelião que resultou no massacre de 56 detentos no Complexo Anísio Jobim, em Manaus (AM), chegou ao plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) na tarde desta 5ª feira (12/01).

Quem liderou o movimento entre os internos foram os deputados Lira (PHS) e Juarezão (PSB).

Lira não aguentou a pressão do povo que lotou as galerias da CLDF e o ameaçava em 2018. Resultado: arregou.

Juarezão, pasmem, do próprio partido do governador Rodrigo Rollemberg (PSB), também "deu para trás" e votou contra o governo.

Foto: internet/reprodução.
A apreensão tomou conta das administrações regionais de São Sebastião e de Brazlândia.

A 2ª sessão é ansiosamente aguardada.
Fonte: Guilherme Pontes.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.