Dr. Guilherme Pontes

Direito, política, segurança pública

21/03/2017

Política e grilagem em Santa Maria: PSD, PRO-DF e a Associação Comercial (V)

Renato Santana e Rogério Rosso. Foto: internet/divulgação.
Como o bando ganharia com a legalização dos seus atos ilegais?
Uma das formas já está em prática! Empresários da cidade reclamam que estão sendo abordados por integrantes do grupo que insistentemente lhes exigem a entrega da módica quantia de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para regularizar a situação do seu imóvel comercial perante o PRO-DF, “taxa” esta devida pelos seus “trabalhos” junto ao GDF agilizando todo o processo.
São 450 (quatrocentos e cinquenta) lotes comerciais no mínimo em Santa Maria. Se conseguissem obter R$ 5.000,00 (cinco mil reais) de cada comerciante, o bando embolsaria, por baixo, R$ 1,5 milhão (um milhão e meio de reais) à custa dos comerciantes da cidade. Dá para fazer um bom pé-de-meia e ainda patrocinar uma campanha eleitoral, não é mesmo?
Além disto um imóvel comercial regularizado vale muito mais do que em situação irregular.
A chefia da associação comercial e seu bando almoçaram com Renato Santana (PSD) para definir quem seria o próximo administrador. Detalhes” do esquema foram tratados.
Em resumo: os integrantes da quadrilha que invadiram os lotes comerciais de Santa Maria estão regularizando a sua invasão. Eles ganharam duas vezes: ao invadir as áreas públicas e com a regularização e cobrança de “taxas de serviço”.
E os empresários sérios que não se envolveram com este esquema criminoso estão sem lote. Nem carta consulta conseguem obter do GDF. Revoltados, assistem aqueles que desrespeitaram a Lei serem beneficiados pelo governo Rollemberg e pelo PSD.
Então governador é assim? Quem invade é beneficiado enquanto quem respeita a Lei fica sem lote? E tudo isto com a participação do PSD do seu próprio vice-governador? O senhor está sabendo disto, governador Rodrigo Rollemberg? Se não estava agora está. O que vai fazer a respeito?
E o PRO-DF é só o primeiro passo. Se a quadrilha assumir a administração de Santa Maria, toda a cidade será saqueada.
ACORDA SANTA MARIA!

Por Dr. Guilherme Pontes.
Advogado e Professor de Direito.



IMPRIMIR - PDF - EMAIL

Página Inicial