Política e Segurança Pública na Capital Federal.

17/04/2017

Oito longos meses após a traição, Liliane obtém a esperada exoneração

Deputada Liliane Roriz (PTB). Foto: internet/reprodução.

A deputada distrital Liliane Roriz (PTB) comemora silenciosamente a exoneração de sua antiga cria do cargo de administrador regional do Recanto das Emas. A vingança é um prato que se come frio. No caso de Liliane, o prato esfriou por quase oito meses, mas enfim Fábio Ávila foi exonerado.
Fábio era o último resquício de Liliane nas administrações regionais, já que Roberto Charles, seu outro pupilo, também não aguentou muito tempo na cadeira de administrador (Paranoá). A diferença é que Roberto não traiu sua madrinha e, foi agraciado com um cargo no gabinete. Já Ávila...
Enfim, a questão é que Liliane obteve uma vitória parcial. Ela não estava interessada só na exoneração da “ovelha ingrata”. Ela quer recuperar o seu espaço no GDF, aumentar sua influencia e acomodar melhor seu grupo polítivo. E se movimenta nos bastidores para isso. Para quem achou que ela estava morta, cuidado. Nem investigada pelo Ministério Público ela está.
Como teria Liliane comprado essa blindagem?
#estoudeolhoemvoceliliane
Por Dr. Guilherme Pontes.
Advogado e Professor de Direito.



IMPRIMIR - PDF - EMAIL

Página Inicial