Dr. Guilherme Pontes

Direito, política, segurança pública

19/04/2017

Rollemberg usa Waldir no Paranoá e agora o descarta em favor de Cristiano Araújo (II)

Waldir Cordeiro na campanha de 2014. Foto: internet/reprodução.

Rollemberg, como costumeiramente faz com as pessoas, usou Waldir e agora o descarta sem dó nem piedade. Não tem conversa. No momento de crise no Paranoá, precisava de alguém de confiança provisoriamente na cidade.
Waldir caiu como uma luva, pois precisava de um cargo de projeção na administração pública, já que é pré-candidato a deputado distrital em 2018, e Rollemberg não tinha como nomeá-lo em São Sebastião, que é a sua base, sem perder o apoio do deputado Lira (PHS). A solução foi o Paranoá.
Mas agora os interesses mudaram. Rollemberg precisa do voto de Cristiano Araújo e do apoio do PSD, e o Paranoá é a “bola da vez”. Talvez assim Waldir entenda que a sua fidelidade é unilateral. Rollemberg não tem compromisso com ele, aliás com ninguém. Rollemberg só tem compromisso com ele.
Aliás, Waldir, com a nominata que está sendo formada no PSB não precisa ser cientista político para perceber que não há mais espaço para você. Se você insistir será o 10º suplente do partido. Está na hora de saltar deste barco. Já deu o que tinha que dar.
#ficaadica

Por Dr. Guilherme Pontes.
Advogado e Professor de Direito.





IMPRIMIR - PDF - EMAIL

Página Inicial