Dr. Guilherme Pontes

Direito, política, segurança pública

11/05/2017

Constantino: veredicto do júri do ex-proprietário da Gol e outros só deve sair na sexta-feira, 12


O julgamento pelo Tribunal do Júri de Taguatinga do ex-proprietário da Gol Linhas Aéreas Ltda, Constantino de Oliveira, e mais quatro réus, acusados pelos crimes de homicídio qualificado e oferecimento de vantagem à testemunha, já dura três dias e o veredicto só deve ser conhecido nesta sexta-feira, 12/5.
O júri teve início na segunda-feira, 8/5, às 9h. No primeiro dia a sessão se estendeu até 1h30 da madrugada, quando foram ouvidas seis testemunhas, das 31 arroladas inicialmente. No segundo dia de julgamento, iniciado por volta das 10h30 da terça-feira, 9, o juiz-Presidente da sessão abriu os trabalhos ouvindo a última testemunha que faltava e, em seguida, procedeu ao interrogatório dos cinco réus.  
Nesta quarta, terceiro dia de trabalhos, abriu-se a fase dos debates entre acusação e defesa. A sessão foi retomada às 10h30, com prazo de 6 horas e 15 minutos para o MPDFT expor a tese acusatória. Houve intervalo para almoço e, às 18h, o promotor encerrou sua sustentação oral. Depois de mais um intervalo de 40 minutos, às 18h55, os trabalhos recomeçaram com a sustentação oral da defesa, que terá o mesmo tempo dado à acusação. Encerrado os debates, acusação e defesa ainda terão mais 4 horas, cada, para réplica e tréplica. O juiz decidirá o horário em que suspenderá os trabalhos desta quarta-feira, de acordo com a disposição dos jurados e demais participantes do julgamento. 
O processo está em Segredo de Justiça, mas a sessão de julgamento não, sendo permitida a entrada de jornalistas ao Plenário do Júri. Não estão liberadas gravações audiovisuais nem acesso de equipamentos de captação de som e de imagem. Celulares e laptops deverão ser usados no modo silencioso, respeitando as restrições citadas anteriormente.
 Fonte: TJDFT.




IMPRIMIR - PDF - EMAIL

Página Inicial