Dr. Guilherme Pontes

Direito, política, segurança pública

06/05/2017

Ex-ministro José Dirceu chega a Brasília sob uma onda de protestos


Após a 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal conceder por 3 votos a 2, na terça-feira (02/05), Habeas Corpus em favor do ex-ministro José Dirceu (PT), que estava preso preventivamente desde agosto de 2015, no Paraná, ele foi solto após colocar uma tornozeleira eletrônica e se mudou para Brasília, onde irá residir em um apartamento no Sudoeste.



Dirceu é o terceiro investigado na lava jato a ser posto em liberdade pelo STF. Na semana passada, foram libertados José Carlos Bumlai e João Cláudio Genu.
O relator, ministro Edson Fachin, votou pela manutenção da preventiva. Já o ministro Dias Tofoli inaugurou a divergência. O decano Celso de Mello acompanhou o relator. O ministro Gilmar Mendes desempatou o resultado do julgamento, votando pela liberdade do ex-ministro da Casa Civil.

Por Dr. Guilherme Pontes, com informações do STF.
Advogado e Professor de Direito.





IMPRIMIR - PDF - EMAIL

Página Inicial