Dr. Guilherme Pontes

Direito, política, segurança pública

11/05/2017

Juiz do TJDFT conta história de superação e defende igualdade racial


O juiz do TJDFT Fábio Francisco Esteves foi um dos entrevistados do Correio Braziliense em matéria veiculada nesse domingo, 7/5, abordando histórias de superação, intitulada “Meu sobrenome é garra”. No TJDFT desde fevereiro de 2007, o juiz atua na Vara Criminal e Tribunal do Júri do Núcleo Bandeirante. Clique aqui para ler na íntegra.
Na entrevista, o juiz, que também é presidente da Associação dos Magistrados do Distrito Federal e Territórios – Amagis-DF, relata a infância pobre no Mato Grosso do Sul e várias das dificuldades que precisou enfrentar para realizar o sonho de se tornar magistrado. Ressalta que a desigualdade racial foi e ainda é sua maior dificuldade na vida.
A questão racial é, inclusive, o tema do 1º Encontro Nacional de Juízas e Juízes Negros, que será realizado entre os dias 10 e 12/5, no auditório Sepúlveda Pertence do TJDFT. O evento, que tem como tema “ A identidade negra na magistratura brasileira”, é promovido pela Amagis-DF e pela Associação dos Magistrados de Sergipe - Amase, com apoio da Associação dos Magistrados Brasileiros – AMB e Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho – Anamatra. Para mais informações, clique aqui.
 Fonte: TJDFT.




IMPRIMIR - PDF - EMAIL

Página Inicial